Make your own free website on Tripod.com

PORTUS87 - ÉPOCA 2003/04

JOGOS 2003/2004
Home
HOMEPAGE PORTUS87
JOGOS 2003/2004
HISTÓRIA 2003/2004
TORNEIOS 2003/2004
PLANTEL 2003/2004
PRÉMIOS
FOTOGRAFIAS
PORTUS EUROCUP
EUROPEAN TOUR 2003
ÉPOCAS ANTERIORES

60 - Camiño Real FS (Esp.) -E-   3-3    Torneio Villa de Foz
24 Jul. 04
JN, GC (1), ZM, TZ, MM (2), Vítor Ginja
Já com escassas hipóteses de apuramento mas cheios de vontade de apagar a má imagem da noite anterior e de fechar a época em beleza, realizamos uma partida de bastante bom nível, conseguindo circular muito melhor a bola, e por consequência realizando jogadas de entendimento assinalável. Pena foi que voltássemos a falhar oportunidades sucessivas que permitiram ao nosso valoroso adversário chegar ao empate já no cair do pano, acabando por tornar injusto um resultado que deveria ter-nos sido favorável dado que fomos superiores em termos de jogo jogado.
 
59 - C. Maeloc (Esp.) -D-   2-11    Torneio Villa de Foz
23 Jul. 04
GC, JN (1), ZM, TZ, MM (1), Vítor Ginja
Não podíamos começar este torneio da pior maneira: uma viagem de carro de quatro horas, um atraso considerável à chegada e todo o stress e cansaço que isto implica, a que se acrescenta um adversário de excelente nível. Foi por isso compreensível mas fatal a desconcentração com que entramos na partida, permitindo muito espaço e tempo ao oponente para jogar à bola, o que eles faziam a preceito. Após a marcação do nosso primeiro golo (1-3) chegamos a equilibrar a partida mas um quarto golo sofrido antes do intervalo deitou tudo a perder e a segunda parte chegou a ser penosa, ainda para mais com a dificuldade acrescida de termos que improvisar no sempre crucial posto de guarda-redes.
 
58 - Rapid (Mold.) -D-   2-8    3º/4º EUROCUP Maia 11 Jul. 04
HV, JN, ZM, TZ, GC, NP(1), MC, DT (1)
Este encontro foi já disputado sem lucidez alguma da nossa parte. Quisemos jogar o jogo pelo jogo e não respondemos à capacidade desta excelente e simpática equipa moldava, que claramente merecia mais do que lutar pelo 3º lugar. Fomos assim presa fácil do jogo solto e simples do oponente, sem que conseguíssemos concretizar algumas das boas oportunidades de que dispusémos, tendo ficado a sensação de que a defesa moldava até era bastante permissiva.
 
57 - Arapa (Esp.) -D-   2-7    Meia final EUROCUP Maia 11 Jul. 04
HV, JN, ZM, TZ (1), GC, NP, MC, DT (1)
Chegados às meias finais do troféu Vintage, com jogos de 40 minutos, sentimos os efeitos do desgaste do dia anterior e da ausência do Abel na baliza. Não conseguimos aguentar o jogo ritmado e forte da Arapa, apesar de tentarmos tudo para o contrariar. A verdade é que fomos ultrapassados pelos acontecimentos e pouco mais há a dizer.
 
56 - CD Cefera (Esp.) -D-   0-3    EUROCUP Maia 10 Jul. 04
Abel, JN, ZM, TZ, GC, NP, MC, HV, DT
Embora notando-se algum cansaço e percebendo-se o nível superior desta equipa (federada) espanhola, realizamos um bom jogo - concentrados a defender, expeditos a tentar o contra-ataque de quando em vez - e podíamos ter criado surpresa não fossem as duas boas oportunidades de marcar desperdiçadas ainda antes do primeiro golo adversário. Claro que depois tudo se tornou mais difícil, tivemos que arriscar, concedemos espaços e o resultado viu-se...Apesar disso, garantíriamos o apuramento para o Troféu Vintage, devido ao nosso melhor goal-average relativamente à UEA.
 
55 - KIck Off Kessel (Bel.) -E-    5-0    EUROCUP Maia 10 Jul. 04
Abel, JN (2), ZM, TZ, GC(1), NP(2), MC, HV, DT
A velha questão de uma equipa jogar o que a outra deixa ilustra bem este jogo: se nos concedem espaço e tempo para jogar, habitualmente não nos fazemos rogados. Trocando bem a bola, rematando com a propósito e defendendo com rigor, construímos um excelente resultado, designadamente para um jogo de 20 minutos. Entretanto, com este resultado o apuramento para o torneio principal ("Vintage") tornava-se mais provável.
 
 
54 - UEA (Ing.)    -E-    1-1  EUROCUP Maia 10 JUl. 04 (sáb.)
Abel, JN, TZ(1), GC, NP, MM, HV
Eis chegada a hora da abertura do grande torneio do ano, defrontando uma equipa que bateramos 2 dias antes. Voltamos a ser claramente superiores, jogando bem (talvez com alguma ansiedade) mas falhando muitos golos. Só que desta vez o jogo era de 20 minutos apenas e um momento de desconcentração deitou tudo a perder. Ficava a amarga sensação de injustiça no resultado mas a consolação de que jogaramos razoavelmente. 
 
53 - UEA      -V-  7-3   Maia 8 Jul. 04 (qui.)
Abel, MC (1), JN, HV, TZ (1), ZM (1), DT (1), NP (3), MM, GC
Com o plantel todo reunido e com o objectivo de adaptação ao Pavilhão Central da Maia para o EuroCup, realizou-se este jogo treino com a equipa inglesa UEA (University of East Anglia), composta por elementos jovens, muito rápidos e fortemente motivados. O treino foi óptimo a nossa exibição nem por isso, mas valeu pela adaptação ao piso e a jogar com muitas substuições...Ainda assim, no final conseguimos impor o nosso futebol...venha depressa o EuroCup!
 
52 - AS 4H      -V-  9-3   S. Mamede 29 Jun. 04 (ter.)
Abel, HV(2), TZ, ZM(1), DT (4), NP (2), JN
Perante um adversário jovem à procura de entrosamento, começamos muito mal, denotando grandes dificuldades de circulação de bola. No entanto, embora acusando algum cansaço devido ao jogo da noite anterior, conseguimos melhorar e dar naturalmente a volta ao jogo, graças também a uma noite inspirada de DT.
 
51 - Leões Valboenses  -D-  2-5   Valbom 29 Jun. 04 (seg.)
Abel, HV(1), MC, TZ(1), ZM, MM, JN
Mais um excelente treino com os Leões, demos muito trabalho numa noite muito quente, com um bom ensaio defensivo.Mas à que melhorar muito no ataque para construir mais ocasiões de golo, já que estamos a jogar muito longe da baliza contrária. 
 
50 - Leões Valboenses  -D-  0-4   S. Mamede 22 Jun. 04 (ter.)
Abel, HV, MC, TZ, ZM, MM, NP, DT
Com o plantel quase todo reunido (excepto o João Nuno que foi autorizado a ir ver o Bulgaria-Italia para observações...) experimentou-se o sitema de pressão alta a todo o campo. Como é fácil de ver o resultado não foi bom, mas como exercicio foi excelente e exibição até não foi má. 
 
49 - Juventude Unida   -V-  4-1   S. Mamede 15 Jun. 04 (ter.)
Abel, JN (2), HV, MC, TZ (1), ZM , DT(1), MM
Bom jogo treino para reunir o pessoal, destaque para o regresso do JN e TZ e logo a marcarem! A Juventude começou muito bem, marcou cedo e deu muito trabalho. O Portus teve fases de bom jogo, mas ficou provado que é necessário ganhar mais consistência e circulação de bola.
 
48 - Under41   -E-     2-2   Taça Nacional FFA
Leiria 6 Junho 04 (dom.)
JN, DT, ZM, GC, NP (1), MM (1), Rui Brito
E voltamos a cair na armadilha dos nossos amigos/rivais do Under, que souberam esperar pelos nossos ataques e jogar em puro contra-ataque. Assim chegaram a dois-zero e o jogo parecia perdido (em partidas de apenas 20 minutos é difícil recuperar...) mas, mesmos em jogarmos bem, tivemos a garra do costume e chagamos ao empate nos dois minutos finais.
 
47 - Al-Qaeda   -V-     1-0   Taça NacionalFFA
Leiria 6 Junho 04 (dom.)
JN, DT, ZM, GC (1), NP, MM, Rui Brito
Um jogo extremamente renhido, disputado com virilidade e desportivismo, com o resultado sempre imprevísivel. Sem fazermos um bom jogo, conseguimos controlar um óptimo e criativo adversário, que apenas não resistiu a um golão do Greg e à nossa consistência defensiva, em que o improvisado guarda-redes não destoou.
 
 
46 - Futmec   -V-     4-0   9ª jornada da Liga Amizade
S. Mamede 18 Maio. 04 (ter.)
Abel, HV, DT , NP(3), MM, GC (1), Rui Brito e Miguel Mendonça
Mais uma exibição de classe da nossa equipa. claramente a subir de produção e a integrar bem os jogadores menos rodados, que se apresentaram em grande plano. Como é pena que a Liga esteja já a acabar...
 
45 - FAS   -V-     4-1   8ª jornada da Liga Amizade
S. Mamede 04 Maio. 04 (ter.)
Abel, HV, DT , ZM , NP(2), MM (2), GC, Rui Brito
Inspirados pelo grande Porto e pela sua brilhante passagem a mais uma final europeia, conseguimos neste jogo impôr a primeira derrota ao líder isolado da Liga Amizade 2004, o FAS. Foi mais um jogo muito renhido e "rijinho" desta Liga, ainda que jogado (em geral) com desportivismo. Apesar do início superior do FAS, que se adiantou no marcador (resultado que se verificava ao intervalo) o Portus não desistiu e mostrou na segunda parte alguns dos seus famosos predicados, que ultimamente têm andado arredios da equipa, conseguindo a reviravolta total no marcador, vencendo e convencendo.
 
44 - Inter do Padrão -D-  2-3   7ª jornada da Liga Amizade
S. Mamede 27 Abr. 04 (ter.)
HV, MC(1) , ZM , NP(1), MM, GC, Miguel (conv.)
Num bom jogo de futsal, caracterizado por grande correcção e desportivismo, o equilíbrio constituiu a nota dominante, com as equipas a equivaleram-se e a disputarem os três pontos até ao fim. Apesar de termos estado no comando do marcador durante quase toda a partida, o Inter demonstrou melhor ponta final, aproveitando melhor as oportunidades de que dispôs. Registo negativo para a nossa falta de pontaria e sorte na segunda parte (quando podíamos ter matado o jogo) e principalmente perto do fim quando atiramos a bola por três vezes ao poste.
 
43 - Leões Valboenses   -D-  0-5   S. Mamede 20 Abr. 04 (ter.)
RC, HV, MC, TZ , ZM , DT, NP
Muitas lesões (OM,JN,MM,GC...) e muitas meias lesões (TZ, HV,...) condicionaram definitivamente este jogo, que foi realizado como já é hábito com uma intensidade muito grande. Perdemos a necessária concentração (ainda mais numa partidas destas) em alguns momentos, o que veio complicar ainda mais a tarefa, designadamente em termos ofensivos. De resto, foi um excelente treino como é habitual... 
 
42 - Sob. Orl.   -V-  7-2   S. Mamede 6 Abr. 04 (ter.)
HV, MC, TZ(2) , ZM(1) , MM(3), NP(1)
Uma boa exibição do Portus87 que possibilitou um excelente resultado contra uma equipa bem organizada, que no final da época passada nos vencera claramente. Desta feita, estivémos mais concentrados e fizemos um jogo que vem transmitir confiança à equipa.
 
41 -Piões de Talaíde   -D-  3-5  Torneio da Páscoa do FFA   Alcabideche   03 Abr. 04 (sáb.)
RC, ZM (1), TZ (1) , MM, GC (1)
Este jogo foi levar ao extremo o sacríficio físico e psicológico e mesmo assim conseguir dar resposta positiva. Começamos a perder mas reagimos até obter o empate. Mas depois o cansaço venceu-nos perante uma equipa que tem crescido bastante nos últimos tempos. Deve dizer-se que apesar dos azares e do último lugar obtido, foi com grande prazer que estivemos no Torneio de Páscoa do FFA, cada vez mais uma instituição de que vale a pena fazer parte! Parabéns aos organizadores da prova, Piões e FLX, nas pessoas do Paulo e do Nuno. O pavilhão muito bom (o piso excelente...), o shop-shop esteve à altura, os prémios muito bonitos. Igualmente de destacar foi o ambiente vivido - quase três horas de futsal e nem um único problema ou discussão a referir. Futsal e amizade é isto: que sirva de lição...
Finalmente, uma palavra para os grandes vencedores e sucessores do Portus87 na conquista de um título FFA, os nossos amigos portuenses do FUTMEC, cuja evolução merece realce e parabéns.

 
40 - Futmec   -D-  4-0   Alcabideche  Torneio da Páscoa do FFA   Alcabideche   03 Abr. 04 (sáb.)
RC, ZM, TZ , MM, GC
Foi impressionante ver uma equipa reduzida a 5 elementos lutar com estoicismo durante este jogo, com jogadores muito limitados fisicamente (como o Greg), ainda por cima não sendo bafejada pela sorte (a bola não queria entrar nem por nada) e mesmo assim nunca desistindo e conseguindo mesmo muito bons perídodos de jogo. Sempre com dignidade e correcção. Por sermos assim é que esta equipa vale mesmo a pena!
 
39 - FLX   -E-  2-2   Alcabideche  Torneio da Páscoa do FFA   Alcabideche   03 Abr. 04 (sáb.)
RC, ZM, TZ , JN, MM (1), GC(1)
O azar parece que não quer dar-nos qualquer trégua: agora foi a vez de JN se lesionar, aparentemente com alguma seriedade. Ainda este jogo não tinha chegado a meio e já estávamos reduzido a 5 unidades, sem substitutos e com a perspectiva de disputar ainda mais dois jogos. Mas isso não chega para explicar a nossa fraca actuação e a concessão do golo do empate no último minuto de jogo.
 
38 - Duquescash   -D-  3-5    6ª jornada da Liga Amizade
Rio Tinto    31 Mar. 04 (qua.)
OM, ZM (1), JN(1), MM (1), Nuno Póvoa, GC e DT
Pois é, perdemos.
Mas isso é o menos, é futebol.
Muito pior foi a lesão do nosso guarda-redes Orlando - rotura do tensão de Aquiles - que fez com que tudo o resto perdesse o sentido.
Apesar disso, não é possível nem desejável que esqueçamos que este jogo foi caracterizado por demasiadas picardias e discussões, durezas e simulações, que não são apenas explicáveis pela inexperiência dos árbitros. Isto não é futebol profissional! Isto não é um torneio daqueles que vemos por aí em que vale tudo! Porque se fôr para ser assim não vale a pena. Por isso, penso que temos todos (todos mesmo, nós do Portus, o pessoal do Duques, e todos os outros envolvidos na Liga) que pensar muito bem nisto e não permitir que estas coisas se voltem a repetir. No fim, tudo se sanou, em grande parte porque a lesão do Orlando (que resultou de um lance totalmente banal, sem interferência de ninguém) envergonhou toda a gente pelo que se passara antes.
Para o Orlando um grande abraço e muita força para enfrentar mais esta dura prova.
 
37 - Juventude Unida  -V-  7-4   S. Mamede 23 Mar. 04 (ter.)
OM, HV, TZ , JN(5) , MM, GC(2)
Um belo jogo-treino com a Juventude Unida que nos criou muitos problemas no início da partida, tendo mesmo desfrutado de vantagem (2-0). Mas a realidade é que a partir do momento em que o Portus encontrou o seu fio de jogo apenas a excelente exibição do guarda-redes Simão, os postes e alguma falta de sorte da nossa equipa impediram que a reviravolta sucedesse mais cedo. Destaque também para 5 golos do nosso Capitão JN. 
 
36 - Reforços de Inverno  -V-  4-2   5ª jornada da Liga Amizade   Power Soccer (Prelada)   20 Mar. 04 (sáb.)
HV, TZ , ZM (1), JN(1), GC (2), MM
Depois de um início muito difícil, dadas a nossa complicada adaptação ao recinto de relva sintética, conseguimos melhorar um pouco no final da primeira parte, dando a volta a uma situação de desvantagem, antes do intervalo (2-1). A segunda parte foi um pouco melhor, mas ainda assim pouco pouco conseguida da nossa parte, com demasiada precipitação, golos falhados e permissividade defensiva. No geral, pode dizer-se que se tratou de uma partida bem disputada, muito correcta, em que os Reforços provaram estar a crescer como equipa, enquanto o Portus87 tem motivos de satisfação pelo resultado (primeira vitória na competição) mas não pela exibição, que voltou a não convencer - muito menos a nós próprios. 
 
35 - Leões Valboenses   -D-  1-3   S. Mamede 16 Mar. 04 (ter.)
OM, HV, TZ , JN(1) , MM, DT, AM
Em mais um excelente jogo treino, o Portus87 voltou às boas exibições, disputando sempre taco a taco este jogo muito equilibrado, frente a um óptimo adversário. A equipa melhorou como um todo mas há que destacar a soberba exibição do Orlando que fez 3/4 defesas impossiveis e a necessidade de melhorar a finalização. 
 
34 - Under41   -V-  3-2  Jogo da final da 5ª etapa do Circuito das Cidades,  S. Mamede   13 Mar. 04 (sáb.)
OM, , TZ, GC (1), ZM , MM, Nuno Póvoa (2), HV, JN
Já é uma tradição e desta vez não foi diferente, antes pelo contrário: apesar da amizade que une as duas equipas,os jogos entre o Portus e o Under são sempre muito disputados, durinhos e até polemicos, tal o empenhamento dos jogadores. Para tal contribui o facto de todas as etapas do Circuito serem decididas entre as referidas equipas, mas teremos todos que fazer um esforço para atenuar os efeitos da competitividade.
Quanto ao jogo em si, foi excelente, muito emotivo, com períodos de bom futsal. Entramos muito bem, acutilantes, rematadores, e chegamos ao 2-0 bem cedo. Depois assistiu-se a óptima reacção do Under, que reduziu antes do intervalo. A segunda parte começou como se iniciara a primeira, com superioridade do Portus, que aumentou para 3-1 e podia entretanto ter resolvido o jogo. Tal não aconteceu devido a alguma infelicidade (duas bolas ao ferro) e isso levou a uma investida final fortíssima dos conimbricenses, que fizeram o segundo golo e estiveram perto do empate. 
Resta agradecer a presença de todos os jogadores das equipas participantes nesta bela tarde de convívio futebolístico, que se estendeu depois para um belo jantar e uma alegre noite de copos e festa na Ribeira do Porto. "We don´t play guitar!!!!!!!", mas lá jogar à bola, comer e beber...
 
33 - Faixa de Gase   -V-  12-1   Meia final da 5ª etapa do Circuito das Cidades,  S. Mamede   13 Mar. 04 (sáb.)
OM, , TZ, GC, ZM (1), MM(6), Nuno Póvoa (4), HV, JN (1)
Este foi um bom jogo para aumentar os níveis de confiança do Portus87, a precisar de espaço para jogar e marcar. Não faltaram os golos, se bem que o bom jogo só tenha aparecido muito a espaços. Mas os dois avançados (NP e MM) encarregaram-se de fazer o seu trabalho de forma eficaz e o marcador foi crescendo paulatinamente, apesar do esforço digno da Faixa.
 
32 - Futmec    -E-  2-2   S. Mamede   2 Mar. 04 (ter.)
OM, HV, TZ(1), JN, ZM, MM(1), NP
Para o Portus, o  resultado neste caso foi melhor que a exibição, ainda que esta também tenha melhorado um pouco em relação a um passado recente...Admitindo que numa parte substancial da partida, o nosso adversário tomou conta das operações (com o nosso contra-ataque a funcionar com alguma qualidade), a verdade é que quase ganhavamos o jogo, já que consentimos o empate a 2 minutos do fim. Depois deste emocionante e disputado encontro mais claro ficou ainda para nós que é preciso melhorar a circulação de bola, porque de resto a garra mantêm-se inalteradas...  
 
31 - FAS    -D-  2-5   S. Mamede   26 Fev. 04 (qui.)
OM, HV, TZ , JN, ZM, MM (1), SM (1)
As coisas não estão definitivamente a correr bem para o nosso lado nesta Liga Amizade II. Apesar de sermos os campeões em título, ainda nem conseguimos pontuar após três jornadas. Desta vez, perante um adversário muito forte, o FAS, voltamos a não ter capacidade de resposta aos dois golos apontados cedo (sem que o jogo estivesse a pender para qualquer dos lados) e depois andamos sempre em desespero de causa, permitindo um melhor jogo do oponente, mais organisado e tranquilo. Apesar da garra e força de vontade que nos permitiram diminuir os números da diferença no marcador, devemos assumir a superioridade do FAS e a justiça do resultado. Palavra final para a correcção e desportivismo vividos no recinto.
 
 
30 - Páginas de Portugal  -D-  4-8   Pav. Vigorosa 14 Fev. 04 (sáb.)
HV, TZ (1), GC , DT (1), JN(1) , Manel Cerquinho (1)
Foi um jogo-treino bem disputado e rasgadinho, frente a um conjunto muito jovem e forte. Apesar de termos poucas opções no banco, aguentamos bem a pressão inicial e, depois de começarmos a perder demos a volta ao resultado, apenas sofrendo o empate (3-3) perto do intervalo. Na segunda parte, acusamos muito o desgaste físico de uma primeira parte jogada nos limites e acabamos por ver o adversário (que tinha muitas soluções no banco) desequilibrar a contenda. No entanto, nunca desistimos, soubemos sempre apresentar uma circulação de bola melhor do que tem sido habitual e vendemos cara a derrota.
 
29 - Reforços de Inverno -V-  9-3   S. Mamede 11 Fev. 04 (qua.)
RC, AM (2), SM (2) , DT (2), JN(2) , Rui Brito (1)
Mais um jogo-treino com esta equipa que procura a todo custo ganhar rodagem e entrosamento para a Liga Amizade. Voltamos a dar lugar aos nossos jogadores mais jovens e a equipa respondeu bem, numa partida sempre jogada de forma agradável e correcta. A nossa superioridade nunca foi contestada, e viram-se movimentos ofensivos bem interessantes, apesar dos muitos golos falahados.
 
28 - Leões Valboenses   -D-  3-7   S. Mamede 10 Fev. 04 (ter.)
OM, HV, TZ , ZM, JN(3) , MM, SM
Entramos bem no jogo, chegando ao 2-0, defendendo de forma organizada e saindo com a propósito no contra-ataque. Mas depois, tal como tem acontecido algumas vezes, não aguentamos as "várias equipas" do adversário, com diferentes estilos de jogo mas todas elas de nivel muito semelhante, e fomos ultrapassados pelos acontecimentos, sem que deixássemos de lutar até ao fim... Foi efectivamente um bom treino, apesar do resultado, ainda assim com realce para a veia goleadora do JN.
 
27 - Inter do Padrão   -D-  0-3   Indoor Maia 5 Fev. 04 (qui.)
OM, HV, TZ , ZM, JN , MM, AM
Entramos muito mal no jogo e o adversário dominou por completo a primeira parte, marcou primeiro e soube jogar em contra-ataque. Mais uma vez aplicamos a regra perdido por 1...perdido por 3 e fizemos uma melhor segunda parte, esforçada, mas na verdade não muito inspirada, em termos gerais, com excepção do Orlando que esteve ao seu melhor nivel evitando o pior...Como atenuante o adversário demonstrou estar bem mais habituado ao piso de relva sintética (neste caso o aspecto "casa" foi bem importante!)
 
26 - Amigos da Cave   -D-  4-7   Esc. Prep. Matosinhos  28 Jan. 04 (sáb.)
HV, TZ (1), ZM, JN (1), MM(2), AM, Rui Brito
Perante uma equipa de muita qualidade, particpante no Campeonato da 1ªDivisão Distrital da AFP, tivemos um começo auspicioso, aproveitando alguma distracção constrária e chegando rapidamente ao 2-0. Depois os Amigos da Cava reagiram naturalmente e conseguiram impor o seu bom jogo, organizado e simultaneamente criativo. Dadfa a muita pressão efectuada, sentimos dificuldades em circular a bola, perdendo-a repetidamente, o que constituiu uma desvantagem evidente para qualquer equipa. Apesar de tudo, nunca desistimos, como é nosso timbre e acabamos por realizar partida aceitável e digna. Realce ainda para a correcção que marcou o jogo.
 
25 - Reforços de Inverno   -V-  9-5   S. Mamede 24 Jan. 04 (sab..)
RC, GC(2), HV, JN (2), SM(5), DT, AM
Um jogo treino que serviu para utilizar alguns jogadores menos rodados na equipa e para colaborar na preparação de uma das equipas estreantes na Liga Amizade, cujo plantel integra alguns amigos de longa data da nossa equipa e até um Portus, o grande Jorge Pópulo. Foi uma partida bem disputada, sempre dentro de alguma moderação de esforço, mas talvez por isso muito entretida. Estivemos bastante bem na criação de dezenas de lances de perigo, apenas falhando no momento de concretizar. Em termos defensivos, talvez por termos experimentado uma defesa mais agressiva, não estivemos tão bem. Destaque para a veia goleadora de SM, de volta à equipa e aos muitos golos.
 
 
24 - Duquescash   -D-  4-5   1ª jorn. Liga Amizade   S. Mamede 20 Jan. 04 (ter.)
OM, TZ, ZM, JN (2), MM(1), HV
3-0, 3-4, 4-4, 4-5
Apesar do resultado negativo para o PORTUS87, deve dizer-se que este jogo foi uma maneira excelente de se iniciar a segunda edição da Liga Amizade. Muita emoção até ao fim, futsal de bastante bom nível, extrema correcção de parte a parte e arbitragem certa. Se for sempre assim, a Liga vai ser um sucesso de certeza.
Quanto à história do jogo, entramos muito bem na partida fazendo funcionar o nosso temível contra-ataque, chegando mesmo aos 3-0, cerca dos 15 minutos, parecendo ter o jogo controlado. No entanto, a reacção do oponente, no final da primeira parte, deu os seus frutos, com um golo em cima do apito para o intervalo. A segunda parte foi completamente diferente com os Duques a entrarem cheios de força e energia e o Portus a acusar uma intranquilidade e uma fadiga surpreendentes. Permitimos a recuperação total e a reviravolta no marcador sem conseguir reagir perante um adversário entretanto moralizado. Num assomo de vontade ainda fizemos o empate a 4 golos, mas já perto do fim concedemos novo golo, fruto do risco que passamos a correr, actuando no 1x1.
Foi uma derrota custosa para nós, dada a vantagem que chegamos a possuir, mas são estes jogos que nos ensinam mais, o que poderá ser muito útil para o resto da prova. FORÇA PORTUS87, que isto ainda agora começou! 
 
 
23 - Leões Valb.    -E-     4-4      S. Mamede 13 Jan. 04 (ter.)
OM, GC(1), TZ, ZM, JN (2), MC(1)
0-1, 2-1, 2-2, 3-2, 3-4, 4-4
Confirmando que estamos num processo de clara subida de forma desde há algumas semanas a esta parte, fizemos aquele que foi até ao momento o nosso melhor jogo contra esta óptima equipa de futsal de Valbom, plena de valores individuais e muito bem treinada. Jogamos sem receio, taco-a-taco, demonstrando uma disponibilidade física e mental notável, nomeadamente porque apenas com um suplente tivemos que suportar a constante rotação dos adversários (com meia dúzia de suplentes, todos de bom nível). A partida foi, assim, caracterizada por um ritmo muito vivo, poucas faltas e constantes alternâncias no marcador, conferindo-lhe uma emoção que atingiu o seu pico nos minutos finais, quando conseguimos o empate final depois de termos tido o jogo "na mão" e o quase vermos fugir. Embora seja difícil destacar actuações individuais - tal a qualidade do trabalho colectivo - deve ser deixada aqui palavra especial para a exibição de MC, em ascenção de forma fantástica. 
 
 
22 - Futemec    -V-     11-3      S. Mamede 6 Jan. 04
OM, HV, TZ(4), ZM, JN (2), MC(1), MM (3)
Disputado dentro do habitual espírito de correcção entre estas duas equipas, o jogo marcou o aclamado regresso, após lesão, do guarda-redes mítico do Portus Orlando Mesquita, desde logo efectuando uma fantástica exibição, designadamente se tivermos em conta que esteve mais de quatro meses parado. A verdade é que a presença do Orlando na baliza nos inspirou e fomos desta feita claramente superiores a um irreconhecível FUTMEC, que lutou até ao fim mas não conseguiu resistir a uma equipa realmente em dia sim. Foi um dos nossos melhores jogos da época, com excelente postura de toda a equipa, tanto na defesa como no ataque, com o entendimento a ser quase perfeito.
 
 
21 - Leões Valboenses  -D- 0-3   Valbom - Torneio Natal Leões V. 27 Dez. 03
AS (Abel Silva), JN, ZM, GC, MM, R (Rui), JP, TZ
Como um resultado pode ser enganador! Fizemos um belo jogo, tivemos alguns períodos de superioridade sobre o nosso forte adversário e criámos diversas oportunidades (pelo menos tantas como os Leões), que ingloriamente falhámos. Quando assim acontece dificilmente o resultado pode ser outro que não a derrota. Fica, no entanto, a certeza que estamos a crescer e a melhorar o nível de jogo. Uma palavra final de agradecimento para os dois convidados do PORTUS87 neste torneio: Abel Silva (um guarda-redes de enorme qualidade) e Rui (um valioso parceiro de muitas futeboladas mas que fez agora o seu primeiro jogo com a nossa camisola).
 
 
20 - FutCamposCosta  -V- 4-1   Valbom - Torneio Natal Leões V. 27 Dez. 03
AS (Abel Silva), JN (3), ZM, TZ, MM (1), R (Rui), JP
Eis uma partida em que soubemos controlar muito bem as operações, para o que contribuiu decisivamente o facto de termos entrado bem e marcado cedo - e logo por duas vezes. Depois, com maiores ou menores dificuldades, gerimos a situação e ainda fizemos mais dois golos, em contra-ataque.
 
19 - FUTMEC  -D- 0-1   S. Mamede - Torneio Natal Forum FA
20 Dez. 03
HV, JN, ZM, GC, MM, TZ, JP
Num jogo que se apresentava como potencialmente decisivo, não tivemos nem sorte nem capacidade para impedir a derrota. Isto apesar de termos respondido energicamente ao golo madrugador do nosso oponente. Como muitas vezes acontece, uma distracção colocou-nos sobre pressão e depois a falta de calma não foi a melhor conselheira para traduzirmos em golo um domínio territorial claro. Nem sequer jogamos mal, mas uma equipa adversária inteligente e calculista e alguma aselhice nossa na concretização redundaram num desaire que parecia, á primeira vista, comprometedor em relação ás nossas aspirações ao triunfo no torneio. Mas acabou por não ser assim, dado que os restantes resultados verificados nos guindaram ao primeiro posto de uma prova que foi um sucesso organizativo, desportivo e social. E, assim, mais uma vez, fizemos a festa final!
 
 
18 - FLX  -V- 6-1   S. Mamede - Torneio Natal Forum FA
20 Dez. 03
HV, JN, JP(1), GC, MM (5), TZ, ZM
Ainda que não jogando bem voltamos a ser superiores ao nosso adversário (que pagou o preço de ter apenas 5 jogadores disponíveis), aproveitando também a inspiração goleadora de MM, de regresso à sua condição de verdadeiro "matador".
 
 
17 - Piões Talaíde -V- 3-1   S. Mamede - Torneio Natal Forum FA
20 Dez. 03
HV, TZ, ZM, GC (1), JP, MM (2), JN
0-1, 3-1
Não começamos bem a partida, sofrendo um golo cedo, o que neste tipo de jogos curtos (20 min.) costuma ser crítico. Mas reagimos como rapidez, passando a dominar a partida, com uma razoável circulação de bola e eficácia no remate. Foi assim possível dar a volta ao resultado, amealhando um resultado positivo sempre crucial na primeira partida de um torneio deste tipo.
 
 
16 - Novelenses -D- 5-8  Penafiel 16 Dez. 03
RC, TZ(2) , ZM, GC (1), MM (2), MC, HV, JN
0-2, 1-2, 1-3, 2-3, 2-6, 4-6, 4-8, 5-8
Mais um excelente jogo-treino com esta boa e correcta equipa de Penafiel. Numa partida muito longa (1 hora e 40 minutos!) mas bem disputada, o PORTUS 87 confirmou que está em recuperação após fase complicada e conseguiu em largos períodos resistir ao seu poderoso adversário. A defender com bastante concentração e a circular a bola a um nível já aceitável, fomos respondendo a preceito e apenas o facto de termos desperdiçado inúmeras situações de golo quase feito nos impediu de ter lutado pela vitória. Saúdem-se ainda os regressos à equipa de MM (após o nascimento do filho Vasco) e de JN (ainda muito condicionado, após afastamento de 2 meses, por lesão).
 
 
15 - Futemec -V- 8-3  S. Mamede 9 Dez. 03
HV, TZ(3) , ZM(1), MC(1), SM(3)
0-2, 1-2, 2-2, 5-2, 5-3, 8-3
Regresso às boas exibições e aos bons resultados também, apesar deste ter sido um jogo muito equilibrado, especialmente no seu inicio. Desta feita, o PORTUS 87 teve uma boa reacção a uma desvantagem inicial de 2-0, que ainda assim durou bastante tempo, e deu depois a volta, numa partida que jogamos em crescendo.
 
 
14 - Leões Valbonenses -D- 1-2  S. Mamede 2 Dez. 03
HV, TZ, MC(1), ZM, GC, SM, AM
1-0, 1-1, 1-2
Mais um excelente jogo-treino, novamente muito equilibrado e agora até no resultado. As duas equipas já se começam a conhecer bem e isso influencia os acontecimentos, mesmo no respeito mútuo que vai crecendo. Continuamos a defender muito (e) bem, com um rigor a registar. Está apenas a faltar mais desenvoltura a sair para o ataque, mas esse é um aspecto também em processo de retoma. Vamos em frente!
 
 
13 - "Equipa do Vasco" - E- 4-4   S. Mamede 25 Nov. 03
RC; MC, SM, AM, JT  (João Terrível, convidado)
Boa partida contra uma equipa qie nunca defrontaramos. O Portus apresentou um conjunto renovado, com muito sangue novo e juventude. Sempre disputado em alto ritmo, o jogo foi emocionante até ao fim, com muita alternância no marcador.
 
 
12 - Futemec -D- 0-5  S. Mamede 18 Nov. 03
RC, TZ , ZM, MC, MM, DT 
Resultado terrivel, mas que não espelha o que se passou no jogo, que foi muito bem disputado com um adversário a jogar cada vez melhor, o Portus87 começou a perder, e esteve sempre atrás do prejuizo, o que permitiu ao adversário jogar, na parte final, em contra-ataque e avolumar o desiquilibrio - fica pelo menos a atitude de tentar até ao fim e de manter o principio perdido por um perdido por mil...e por falar em perdido, continuamos a perder muitos golos....  
 
 
11 - Leões Valbonenses -D- 2-5  S. Mamede 11 Nov. 03
RC, HV(1),TZ (1), ZM, MC,GC, MM
1-0, 1-1, 2-1, 2-2, 2-5
Mais um excelente jogo-treino, inicialmente muito equilibrado, o Portus87 fez uma optima "primeira parte" acabando por entregar os pontos no final...
 
 
10 - Equipa do Hugo - V-  5-4  S. da Hora 04 Nov. 03
HV,TZ (2), ZM (2), MC, MM (1), AM
3-0, 3-1, 4-1, 4-4, 5-4
Uma vitória tirada verdadeiramente a ferros (o golo que desempatou a partida foi marcado nos últimos minutos), em que o PORTUS87  começou bem mas perdeu depois a "pedalada". O jogo chegou a parecer controlado, mas a reacção forte do adversário e alguma falta de capacidade física da nossa parte transformaram a partida num osso duro de roer. Valeu o esforço final, pleno de querer, para assegurar o regresso às vitórias.
 
 
9- RC Senhorense - E - 1-1  S. da Hora 30 Out. 03 (qui.)
RC, HV,TZ, GC, MM, AM
1-0, 1-1
Apenas dois dias depois de um intenso jogo-treino e apresentando algumas baixas de vulto, o PORTUS deu a melhor resposta aos maus resultados recentes, realizando uma boa exibição e afirmando as qualidades que caracterizam a equipa. Apresentando uma circulação de bola superior ao que temos feito nos últimos jogos, conseguimos trabalhar muito melhor as jogadas de ataque, falhando apenas na concretização. Apesar disso estivemos quase sempre na frente do marcador, graças ao excelente labor defensivo desenvolvido, apenas concedendo o golo do empate perto do fim de um belo jogo-treino, disputado perante uma equipa muito correcta. RC voltou às grandes exibições na baliza, num pavilhão que lhe é talismã.
 
 
8- LEÕES VALBOM - D- 4-7  S. Mamede 28 Out. 03 (ter.)
RC, HV, ZM, TZ, GC (3), MM(1), MC
0-2, 1-2, 1-5, 4-5, 4-7
O PORTUS 87 continua a entrar mal nos jogos e a pagar caro por isso. Alguma apatia inicial e a crescente forma do nosso adversário resultaram em muitas dificuldades e no dilatar do marcador. Depois, quando assentamos o nosso jogo fizemos recuperação meritória, chegando a dar ideia de podermos dar a volta ao placar. Mas já bem perto do final o contra-ataque dos Leões fez miséria, numa altura em que arriscamos tudo na procura do golo do empate.Destaque para a exibição e o hat-trick de GC, em muito boa forma. 
 
 
7 - FUTMEC - D- 3-4  S. Mamede  21 Out. 03 (ter.)
RC, HV, ZM (1), JN (1), DT, SM (1)
0-2, 1-2, 1-3, 3-3, 3-4
Esta foi uma partida muito equilibrada e disputada com enorme correcção. Começaram melhor os nossos adversários, chegando ao 2-0 e depois ao 3-1, apresentando um jogo consistente e inteligente. Ainda conseguimos reagir e alcançar o empate a 3 golos, mas já perto do final sofremos mais um tento. O PORTUS 87 continua a demonstrar grandes dificuldades de entendimento ofensivo, sem que a bola seja devidamente trocada entre os seus elementos e as jogadas trabalhadas. Finalmente fica o registo para a simpatia dos nossos amigos do FUTMEC que nos fizeram uma bonita oferta, a propósito do nosso 16º aniversário. Obrigado e um grande abraço!
 
 
6 - Ivo's Team - V- 4-3  S. Mamede  14 Out. 03 (ter.)
HV, ZM, JN (1), TZ, MC (1), SM (2)
1-0, 1-1, 2-1, 2-3, 4-3
Ainda não foi desta que o PORTUS87 conseguiu jogar ao seu nível - ou pelo menos aquele que chegou a atingir no final da época passada - nomeadamente no que diz respeito à organização de jogo e às combinações de ataque. Isto porque a defesa continua a funcionar bastante bem. O problema tem sido a circulação de bola, quase sempre substituída por um jogo demasiado aos repelões e pouco estruturado. Valeu a vitória final, frente a um adversário jovem e dotado tecnicamente, apenas alcançada graças à garra habitual, depois de termos estado a perder por 2-3 já perto do fim de um jogo que foi sempre rijamente disputado.
 
 
5 - LEÕES VALBOENSES - D - 1-2  S. Mamede  7 Out. 03 (ter.)
HV, ZM, GC, JN (1), TZ, MC, MM
1-0, 1-2
"Excelente" é o melhor adjectivo para classificar este jogo-treino com uma equipa de bom nível, muito rodada e extremamente correcta. Sem nos atemorizarmos com a qualidade do adversário, ou com o facto de se tratar de uma equipa federada, fizemos um belo encontro, tirando partido do nosso modelo de jogo, que mostrou continuar bem consolidado, e chegamos a estar durante largo tempo na dianteira do marcador. Depois, permitimos o empate, em consequência de uma forte pressão adversária e quando este parecia ser o resultado mais provável (e justo) para esta partida, apareceu o segundo golo dos Leões. Assim se materializava a nossa primeira derrota da época. Teremos em breve - daqui a duas semanas - a oportunidade de rectificar este desfecho (quando defrontarmos novamente esta equipa), sendo que o mais importante será sempre a possibilidade de treinar a um nível elevado, desfrutando do prazer de um belo e correcto jogo de futsal.
 
 
4 - GRUPO DO DESTINO - V - 6-1  Apur. 3º e 4º do Circuito das Cidades  Lisboa 27 Set. 03 (sáb.)
RC, ZM (1), GC (2), MC, JN (1), AM (2)
Após a desilusão e o cansaço acumulados no jogo anterior temeu-se o pior, mas soubemos adequar o nosso jogo à nova situação, desenvolvendo um futebol apoiado, solidário, sem rasgos, mas certinho. E os golos foram aparecendo, permitindo uma vitória tranquila frente a uma equipa adversária igualmente fragilizada por limitações de recrutamento para este torneio.
 
 
3 - UNDER41 - E - 1-1 (0-2 nos penalties) 1/2 final do Circuito das Cidades  Lisboa 27 Set. 03 (sáb.)
RC, ZM, GC (1), MC, JN, AM
As diversas ausências que nos afectaram não justificam a fraca exibição do Portus87, dominado por uma apatia e falta de vigor físico e mental pouco habituais. Perante uma equipa inteligente taticamente, embora também ela a jogar muito limitada por ausências importantes, o primeiro empate da época teve sabor (e efeitos práticos) de derrota, após a marcação dos penalties que comprovaram a nossa falta de acerto e inspiração concretizadora.
 
 
2 - Futemec - V - 4-3 S. Mamede 23 Set. 03 (ter.)
HV, ZM, TZ, MC(2), JN(1), NP(1)
Foi um jogo-treino agradável e disputado em bom ritmo, com a equipa do PORTUS 87 a adiantar-se no marcador (3-1), mas a permitir a reacção positiva do Futemec, que chegou ao empate.
Embora actuando com alguma precipitação e denotando ainda alguns problemas de ordem física, o PORTUS87 acabou por conseguir o golo da vitória, numa das muitas oportunidades de que dispôs.
 
 
1 - FuteCamposCosta - V - 4-0 Indoor Maia 18 Set. 03 (qui.)
RC, HV, ZM, TZ(1), GC(1), JN(2)
 
Eis a melhor forma de iniciar a época, apresentando desde logo as grandes virtudes da equipa: organização, concentração, entreajuda, rigor e combativade. Acusando ainda alguma falta de preparação física - normal nesta altura - soubemos resolver os problemas que nos apresentou uma equipa adversária ainda em formação. Nota final para as falhas na concretização, que continuam a ser uma pecha, muito bem compensadas por uma notável postura defensiva, incluindo a imaculada exibição do nosso guarda-redes.

 
 
 
 
Ver jogos da Época 2002/03